Seis novos juízes são nomeados pelo Tribunal de Justiça do Maranhão

A nomeação feita pelo presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Cleones Carvalho Cunha, deverá preencher quase em totalidade o número de comarcas vagas do Maranhão.

net_novos_juizes

Os novos juízes serão empossados, após escolha de suas comarcas para titularização, no dia 7 de dezembro, durante Sessão Plenária na sede do TJMA.

Para o desembargador Cleones Cunha, finalizar 2016 com apenas duas comarcas vagas é uma conquista do Judiciário maranhense para oferecer um serviço judicial mais efetivo à população. “Como sempre digo, comarca sem juiz não realiza a prestação jurisdicional efetiva e é prejuízo para o Judiciário”, comenta.

Foram nomeados Felipe Soares Damous, Paulo do Nascimento Junior, Hugo Alves Albarelli Ferreira, Ricardo Augusto Figueiredo Moyses, Urbanete de Angiolis Silva e Talita de Castro Barreto.
Nomeação – Para os novos juízes essa é uma realização esperada por anos, que a torna um dos acontecimentos mais importantes das suas vidas. “Digo ao senhor que estou muito agradecida e posso dizer que esse é o dia mais feliz da minha vida”, declarou Urbanete de Angiolis Silva, que é natural de Maués (AM), foi advogada por 10 anos e passou um ano trabalhando como assessora jurídica na Comarca de Maracaçumé.

Além dela, os juízes Paulo Junior e Talita Barreto são de outros Estados. Paulo é natural de Goiânia (GO), residindo atualmente em Uberlândia (MG), onde é servidor do Tribunal de Justiça do Trabalho da 3ª Região. Já Talita Barreto, natural de Natal (RN), chegou a trabalhar por sete meses na Comarca de Pindaré-Mirim como assessora, mas recentemente havia voltado à cidade de origem.

Maranhenses, Felipe Damous e Ricardo Augusto, são de São Luís, e Hugo Alves de Santo Antônio dos Lopes. O juiz Felipe Damous foi servidor do TJMA e, atualmente, era juiz do Tribunal de Justiça do Ceará, onde também foi aprovado recentemente em concurso. O até então advogado Ricardo Augusto atuou na carreira por 11 anos, tendo sido aprovado em concursos para técnico e analista do TJMA, não assumindo os cargos. E Hugo Alves é promotor de Santo Antônio dos Lopes, carreira que deixará de seguir para cumprir com o compromisso da magistratura. (Asscom TJMA)

Deixe uma resposta