Médicos ficam sem pagamento no Hospital São José e entregam aviso prévio

hsj-696x464

Através de um Comunicado publicado nas redes sociais deste domingo, 18/06, médicos do Hospital São José (São Camilo), em Balsas/MA, reafirmam desligamento caso não sejam resolvidos os impasses financeiros.

Com salários atrasados desde março deste ano, além da insatisfação dos governos estadual (R$ 300.000,00) e municipal (R$ 380.000,00) com o procedimento da Instituição, perante a falta de compromissos assinados com os convênios, a notória insatisfação dos funcionários e dos pacientes do hospital vem se agravando a cada dia que passa.

De acordo com o comunicado o Hospital São José tem até o dia para tomar providências quanto ao pagamento dos médicos.

O COMUNICADO

Caros cidadãos de Balsas e região,
É com pesar que nós, Pediatras e Obstetras, plantonistas do Hospital São José – conveniado com SUS através do Estado e Município – estamos comunicando o nosso desligamento do Referido Hospital.
Infelizmente , após várias tentativas de resolvermos com a direção do Hospital de uma forma menos drástica, todos nós decidimos entregar nosso aviso prévio no último dia 15/06.
O Motivo: estamos sem receber nosso salário desde o mês de março. Isso mesmo: O último mês de trabalho recebido foi fevereiro.
Isso implica que trabalharemos até 15/07, e depois dessa data , o hospital ficará sem médico Obstetra e Pediatra à disposição. Sabemos da gravidade dessa situação , mas todos nós temos nossos compromissos financeiros e a situação está ficando insustentável.
Esperamos que a população balsense entenda nossos motivos e que brevemente esse problema possa ser resolvido pelas autoridades competentes .

O descaso com saúde no nosso município vem se arrastando há anos e nós que precisamos dela, estamos cada vez mais a ver navios. Nossas crianças morrendo sem um atendimento digno, nossos parentes e amigos tendo que sair de Balsas, porque se quer temos o condições de atendimento que possa curá-los ou amenizar a dor. E por falar em dignidade, pensávamos que por ser um hospital filantrópico fosse olhar pra comunidade com “outros olhos”, mas pecamos em confiar mais uma vez.

Já era tempo em o povo tinha voz e vez, agora eles fazem o que querem e como querem! Vamos ver agora como vai desenrolar essa vergonhosa situação da saúde em Balsas!

 

Deixe uma resposta