Governador em exercício e ministro assinam ordem de serviço de duplicação da BR-135

Ao lado do ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, e comitiva de autoridades, o governador em exercício Carlos Brandão visitou obras estruturais, como a BR 135, apresentou as instalações do Porto do Itaqui e participou da assinatura da ordem de serviço que vai possibilitar o asfaltamento de 100 km da BR 226.

1a7e8ff2-2a44-489d-b132-e0e1c85de59c-1024x682

A primeira agenda foi na BR 135, pela manhã, onde a comitiva avaliou o andamento das obras que foram retomadas, e, segundo o ministro, não serão mais interrompidas. Na ocasião, foi anunciado recursos para conclusão definitiva dos serviços. Na ocasião, o governador em exercício reiterou o acompanhamento da obra por parte do governo estadual, até que a mesma evolua para a fase de conclusão. “É uma luta e um compromisso do Governo do Estado acompanhar a execução desta obra e a liberação dos recursos, em consonância com o clamor da sociedade, da imprensa e de diversos segmentos que se manifestaram pela conclusão destes serviços”, enfatizou Carlos Brandão.

O ministro Maurício Quintella ressaltou que a BR 135 é a principal obra do Estado, do ponto de vista viário, que estava paralisada e o Governo Federal priorizou, por reivindicação da bancada federal do Maranhão e do próprio Governo do Estado. Para continuidade dos serviços estão garantidos recursos na ordem de R$ 180 milhões, originados de emenda parlamentar e parte da União. “Estamos assegurando para que possamos concluir essa rodovia”, afirmou Quintella. Integra o pacote o trecho Estiva-Bacabeira e Outeiro-Miranda, cuja ordem de serviço foi assinada durante a agenda de vistorias.

ed26eb9e-bf83-4342-ae59-4bcc20654ef4-1024x682

“Vamos enfrentar um período de chuvas, o ritmo da obra tende a diminuir e devemos ter todo o cuidado com um projeto desta natureza. É melhor fazer um trabalho bem feito e definitivo para que não venha a ser um problema no futuro”, enfatizou o ministro Maurício Quintella. A BR 135 é o único e principal acesso à capital do Estado e uma rodovia importante de escoamento de produção para o Brasil, avaliou o ministro. “Por isso, essa obra foi priorizada e com a duplicação concluída vai mudar a característica de toda essa região do Estado”, disse Quintella. O prazo de conclusão é até o segundo semestre deste ano.

Deixe uma resposta