Cai a produção de arroz no Maranhão

6d13258edc0e0de40f320e18fc68fa06_xl

A produção de arroz no Maranhão, que na safra 2013/2014 foi de 658,4 mil toneladas, considerada a terceira maior do país, atrás apenas de Santa Catarina (1.07 milhão) e Rio Grande do Sul (8,1 milhões) será de apenas 174,1 mil toneladas na colheita de 2017. O volume representa uma queda de 35,1% na comparação com a safra de 2016, que foi de 268,3 mil toneladas, conforme estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgada nesta quinta-feira (08).
Com este desempenho, o Maranhão cai para a sexta posição entre os estados produtores, atrás do Pará (176 mil), Tocantins (619,1 mil), Mato Grosso (381,9 mil), Santa Catarina (1,048 milhão) e Rio Grande do Sul (8,255 milhões).

Vale ressaltar, que dependendo dos efeitos climáticos ou novas avaliações, o estado pode cair para o sétimo lugar, já que o Piauí tem hoje uma estimativa de apenas 10 mil toneladas a menos que o Maranhão, ou seja, pode fechar a safra com 164,1 mil toneladas.

Uma das explicações para essa queda está na redução da área plantada, que na safra 2015/16 era 181,5 mil hectares e este ano foram plantados 116,3 mil hectares, ou seja, 35,9% a menos. E o desempenho só não será pior porque houve melhora na produtividade, já que de 1.478 quilos por hectare e pulou para 1.497 quilos por hectare, uma variação positiva de 1,3%.
De acordo com a Conab, “em todo o Maranhão, observa-se a cada safra uma redução de área plantada, consequentemente de produção. Nesta safra não será diferente. Estima-se para essa safra nova perda de área plantada, aproximadamente 35,9%, que corresponde a 116,3 mil hectares”.

Deixe uma resposta